Cinema

“Licorice Pizza” é o retrato da liberdade dos anos 70

Paul Thomas Anderson convida dois atores estreantes protagonizarem seu novo filme
Licorice Pizza
Alana Haim e Gary Cooper, os protagonistas de “Licorice Pizza” (Foto: Divulgação)

Licorice Pizza

Licorice Pizza” é o título do nono filme do consagrado diretor norte-americano Paul Thomas Anderson. A obra foi lançada oficialmente nos Estados Unidos em 2021 e chegou aos cinemas brasileiros em 2022.

Entre os trabalhos mais conhecidos de PTA, como é mais conhecido, estão: “Boogie Nights – Prazer sem limites” (1997), “Magnólia” (1999), “Embriagado de Amor” (2002), “Sangue Negro” (2007) e “O Mestre” (2012).

A trama de “Licorice Pizza” se passa na Califórnia dos anos 70 — mesma época e lugar em que Paul Thomas Anderson nasceu e cresceu — e acompanha o desenvolvimento do relacionamento entre Gary Valentine (Cooper Hoffman) e Alana Kane (Alana Haim) e o posterior amadurecimento emocional de ambos.

Gary tem 15 anos e Alana tem 25 quando se conhecem em uma das primeiras cenas do filme. Apesar da disparidade de idade entre os personagens, o diretor tem um domínio muito grande de como a narrativa é conduzida e consegue retratar essa história de amizade e amor pouco tradicional de uma forma bastante delicada, sem cenas muito explícitas ou cair em um terreno vulgar.

Os dois atores que vivem os protagonistas do longa são estreantes na profissão: Cooper Hoffman é filho do grande ator Phillip Seymour Hoffman — falecido em 2014 — que participou de vários filmes clássicos de Paul Thomas Anderson. Alana Haim, que vive uma personagem o mesmo nome, é integrante da banda de indie HAIM.

As irmãs de Alana na “vida real” (que também são da banda) interpretam suas irmãs ficcionais — e os pais reais dela também interpretam a si mesmos. Esta escolha de elenco também potencializa um certo espírito de inocência que perpassa “Licorice Pizza”.

Nostalgia, inocência e liberdade

O que se destaca mesmo em Licorice Pizza é a recriação do espírito de liberdade dos anos 70 representado por seus dois personagens principais se arriscando e se descobrindo. Há uma sensação de leveza que permeia quase todo aquele universo. O período foi caracterizado por um grande engajamento político e cultural, além de uma rica cena de efervescência artística.

As repetidas cenas de corridas dos personagens de Gary e de Alana — as vezes sozinhos e outras juntos — quase sempre acompanhados de clássicos da música dos anos 70 são emblemáticas neste sentido. A câmera não parece querer conduzir esses personagens, mas apenas acompanhá-los nessa jornada e desfrutar da experiência junto deles.

Além de se basear em uma história real, estão presentes muitos aspectos autobiográficos de PTA em “Licorice Pizza“. Paul Thomas Anderson usa parte de sua nostalgia para recriar essa época distante e idealizada de sua vida.

A direção de fotografia, a trilha sonora, a homenagem ao cinema da época e figuras da indústria por meio da participação de personagens secundários vividos intensamente em curtas mas potentes participações de ícones contemporâneos do meio como Bradley Cooper, Sean Penn e Tom Waitts: todos esses elementos puxam o espectador pra dentro daquela atmosfera mágica.

O filme cai um pouco de qualidade perto do final quando o ritmo frenético desacelera para se inserir uma sub-trama de um jovem político em ascensão interpretado por Benny Safdie (uma das partes dos irmãos Safdie — diretores em ascensão que lançaram o ótimo “Joias Brutas” pela Netflix em 2019). Parece que esta é a parte que PTA quer tentar ser um pouco mais crítico daquele período, mas destoa bastante com o tom do resto do longa.

Licorice Pizza” poderia ser melhor se o tempo de duração fosse um pouco mais curto, principalmente no final. A potência e a catarse da experiência certamente seriam muito maior. De qualquer jeito, Paul Thomas Anderson aos 51 anos de idade segue em ótima forma produzindo trabalhos memoráveis e de quebra coloca um holofote nas novas revelações Cooper Hoffman e Alana Haim.

Siga-nos nas redes sociais (FacebookTwitter e Instagram) fique por dentro das nossas matérias sobre cinema, literatura, música e sociedade!

Leia também:

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: