TV

Master of None: Aziz assume o protagonismo na direção da terceira temporada

Moments in Love acompanha de perto o relacionamento e o cotidiano de Denise e Alicia

Moments in Love, o título da terceira temporada de Master of None (disponível na Netflix), é como uma mini-série dentro de uma série. A identidade visual e temática é completamente diferente desde a clássica abertura. É uma abordagem estética experimental de um tema tradicional da própria série: os relacionamentos.

Os créditos de direção, roteiro e atuação agora estão no final dos episódios, um recurso característico de filmes contemporâneos. A trilha sonora também mudou e conta até com a presença de música clássica. O humor também ficou nas temporadas anteriores. O foco é o relacionamento entre Denise (Lena Waithe) e Alicia (Naomi Ackie), duas mulheres negras. Dev (Aziz Ansari), protagonista nas primeiras temporadas, aparece brevemente em apenas dois episódios.

Imagem promocional da nova temporada de Master of None (Foto: Netflix)

Não é muito claro onde se localiza a propriedade em que as duas vivem. O certo é que é algo completamente diferente das locações das duas primeiras temporadas de Master of None: as ruas lotadas de NY e seus variados locais de lazer ou as vilas movimentadas da Itália na segunda temporada. Esse cenário cumpre o propósito de direcionar nossa atenção para os dois personagens principais de Moments in Love e colocar uma lupa nesse relacionamento.

As primeiras cenas contextualizam o espectador nessa novo atmosfera. Somos apresentados à nova casa de Denise (a protagonista desta nova temporada), caprichosamente decorada por sua esposa Alicia, que trabalha como decoradora de interiores. Denise, além de estar casada, agora é uma escritora de sucesso e está com dificuldade para começar sua próxima obra.

É a primeira aparição de Dev junto com sua atual companheira Reshmi (Aysha Kala), que desempenha um papel desestabilizador na trama. O casal Denise-Alicia parece viver num exílio paradisíaco isolado de todos os problemas exteriores até que o personagem interpretado por Aziz quebra esse equilíbrio. Dev e a namorada discutem abertamente sobre os diversos problemas que têm em casa na frente das duas quando visita-as para um jantar. Esse episódio traz à tona vários questionamentos que Alicia tinha sobre o seu atual relacionamento, principalmente sua vontade de ser mãe. A questão da maternidade é um dos temas centrais da nova temporada e se torna em um ponto de discórdia entre as duas partes. É interessante também notar a relação completamente distinta que cada uma delas tem com suas respectivas mães, aspecto reforçado pela interação fria que Denise tem com sua mãe, por celular, no episódio 3 e a conversa tranquilizadora e íntima que Alicia tem com a sua, no episódio 4, também por celular.

Direção: Aziz assume o protagonismo por trás das câmeras

Aziz é responsável pela direção de todos os episódios nesta temporada, o que cria uma coesão interna e uma identidade muito interessante. Os episódios das temporadas anteriores não tinham um diretor recorrente e, por isso, funcionam muito bem independentes um do outro. Aqui os cinco episódios dificilmente funcionam individualmente (com exceção, talvez, do quarto episódio que é focado em Alicia).

A câmera, nesse novo formato, quase não se movimenta e a proposta de se utilizar planos-sequências (resumidamente, uma cena apresentada sem cortes), como nas primeiras temporadas, é radicalizada. Além de propor uma experiência mais realista ao espectador, a câmera fixa sugere uma nova ideia de temporalidade e espaço.

Denise e Alicia, do modo como são filmadas, parecem estar presas naquele ambiente e nesses papéis fictícios que cada parceiro da relação espera ou projeta no outro. É como se os espaços estivessem fechando os personagens. O espaço também as separa uma da outra, ambas frequentemente são registradas em lados opostos. As duas estão em lugares diferentes no modo como veem aquele relacionamento e encaram os problemas enfrentados. Uma quer algo que a outra não necessariamente quer. Difícil aqui não pensar na questão da incomunicabilidade, outro tema presente nas primeiras temporadas.

Aziz durante a gravação da terceira temporada (Foto: Netflix)

Conclusão

Em conclusão, Master of None acerta em diminuir o número de episódios de dez para apenas cinco. Mais do que isso para um drama tão pesado quanto esse seria uma experiência muito maçante. A série mantém parte da sua tradição de condensar bastante informação em pouco tempo e criar uma proximidade e familiaridade quase instantânea do público com os personagens, sejam eles principais ou secundários. Entre estes coadjuvantes, destaca-se a participação curta e decisiva da enfermeira Cordelia (Cordelia Blair), que em apenas um episódio, consegue criar uma forte conexão com a personagem de Alicia e também com a audiência.

Moments in Love pode causar um estranhamento inicial no espectador, mas depois que se aceita a proposta da nova temporada, ele está em uma jornada junto com as duas. De uma maneira ou de outra, muitos dos temas recorrentes nas outras temporadas anteriores de Master of None e na vida adulta de qualquer um estão presentes aqui: maternidade, incomunicabilidade, amizade, crise de idade, infidelidade, realização profissional etc.

Os assuntos não são tão novos, mas são tratados de uma nova maneira bem diferenciada tanto visualmente quanto dramaticamente pela série. O maior mérito dessa nova temporada é desacelerar o tempo em uma época tão frenética e agitada como a nossa. Moments in Love traz um microscópio para observarmos de perto as escolhas e destinos de seus personagens, mas também fornece um espelho para melhor encararmos a nós mesmos.

Siga-nos nas redes sociais (FacebookTwitter e Instagram) fique por dentro das nossas matérias sobre cinema, literatura, música e sociedade!

Leia também:

Master of None: série retorna para mais uma vez discutir relacionamentos

“Malcolm & Marie”: a incomunicabilidade em evidência

#APistaIndica: O que assistir na Netflix

#APistaIndica: O que assistir na Netflix — Parte 2

1 comentário

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: